Pornografia: A Maldição da culpa!

Em 26 anos de pastorado, o mais perto que eu havia chegado de ser demitido da Igreja Batista Bethlehem foi em meados da década de 1980, depois de escrever um artigo intitulado Missões e masturbação para nosso boletim. Eu o escrevi ao voltar de uma conferência sobre missões presidida por George Verwer, presidente da Operação Mobilização. No evento ele disse como seu coração pesava pelo imenso número de jovens que sonhavam em obedecer completamente a Jesus, mas que acabavam se perdendo na inutilidade da prosperidade americana. A sensação constante de culpa e indignidade por causa de erros sexuais dava lugar, pouco a pouco, à falta de poder espiritual e ao beco sem saída da segurança e conforto da classe média.

Em outras palavras, o que George Verwer considerava trágico – e eu também considero – é que tantos jovens abandonem a causa da missão de Cristo porque ninguém lhes ensinou como lidar com a culpa que se segue ao pecado sexual. O problema vai além de não cair; a questão é como lidar com a queda para que ela não leve toda uma vida para o desperdício da mediocridade. A grande tragédia não são práticas como a masturbação ou a fornicação, e nem a pornografia. A tragédia é que Satanás usa a culpa decorrente desses pecados para extirpar todo sonho radical que a pessoa teve ou poderia vir a ter. Em vez disso, o diabo oferece uma vida feliz, certa e segura, com prazeres superficiais, até que a pessoa morra em sua cadeira de balanço, em um chalé à beira de um lago.

pornografia-maldicao-culpa

Hoje de manhã mesmo, Satanás pegou seu encontro das duas da manhã – seja na televisão ou na cama – e lhe disse:

“Viu? Você é um derrotado. O melhor é nem adorar a Deus. Você jamais conseguirá fazer um compromisso sério para entregar sua vida a Jesus Cristo! É melhor arrumar um bom emprego, comprar uma televisão de tela plana bem grande e assistir o máximo de filmes pornográficos que agüentar”.

Portanto, é preciso tirar essa arma da mão dele. Sim, claro que quero que você tenha a coragem maravilhosa de parar de percorrer os canais de televisão e internet. Porém, mais cedo ou mais tarde, seja nesse pecado ou em outro, você vai cair. Quero ajudá-lo a lidar com a culpa e o fracasso, para que Satanás não os use para produzir mais uma vida desperdiçada.

Cristo realizou uma obra na história, antes de existirmos, que conquistou e garantiu nosso resgate e a transformação de todos que confiarem nele. A característica distintiva e crucial da salvação cristã é que seu autor, Jesus, a realizou por completo fora de nós, sem nossa ajuda. Quando colocamos nele a fé, nada acrescentamos à suficiência do que fez ao cobrir nossos pecados e alcançar a justiça que é considerada nossa. Os versículos bíblicos que apontam isso com mais clareza estão na epístola de Paulo aos Colossenses 2.13-14:

“Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões e cancelou o escrito de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz”.

É preciso pensar bem nisso para entender plenamente a mais gloriosa de todas as verdades: Deus pegou o registro de todos os seus pecados – todos os erros de natureza sexual – que deixavam você exposto à ira. Em vez de esfregar o registro em seu rosto e usá-lo como prova para mandar você para o inferno, Deus o colocou na mão de Seu filho e pregou na Cruz. E quem são aqueles cujos pecados foram punidos na cruz? Todos que desistem de tentar salvar a si mesmos e confiam apenas em Cristo. E quem assumiu essa punição? Jesus. Essa substituição foi a chave para a nossa salvação.

Alguma vez você já parou para pensar no que significa Colossenses 2.15? Logo depois de afirmar que Deus pregou na cruz o registro de nossa dívida, Paulo escreve que o Senhor, “tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruz”. Ele se refere ao diabo e seus exércitos de demônios. Mas como são desarmados? Como são derrotados? Eles possuem muitas armas, mas perdem a única que pode nos condenar – a arma do pecado não perdoado. Deus pregou nossas culpas na cruz. Logo, houve punição por elas – então, seus efeitos acabaram! O problema é que muitos percebem tão pouco da beleza de Cristo na salvação que o Evangelho lhes parece apenas uma licença para pecar. Se tudo que você enxerga na cruz de Jesus é um salvo-conduto para continuar pecando, então você não possui a fé que salva. Precisa se prostrar e implorar a Deus para abrir seus olhos para ver a atraente glória de Jesus Cristo.

Culpa corajosa – A fé que salva recebe Jesus como Salvador e Senhor e faz dele o maior tesouro da vida. Essa fé lutará contra qualquer coisa que se coloque entre o indivíduo salvo e Cristo. Sua marca característica não é a perfeição, nem a ausência de pecados. Quem enxerga na cruz uma licença para continuar pecando não possui a fé que salva. A marca da fé é a luta contra o pecado. A justificação se relaciona estreitamente com a obra de Deus pregando nossos pecados na cruz. Justificação é o ato pelo qual o Senhor nos declara não apenas perdoados por causa da obra de Cristo, mas também justos mediante ela. Cristo levou nosso castigo e realiza nossa retidão. Quando o recebemos como Salvador e Senhor, todo o castigo que ele sofreu, e toda sua retidão, são computados como nossos. E essa justificação vence o pecado.

Possuímos uma arma poderosa para combater o diabo quando sabemos que o castigo por nossas transgressões foi integralmente cumprido em Cristo. Devemos nos apegar com força a essa verdade, usando-a quando o inimigo nos acusar pelas nossas faltas. O texto de Miquéias 7.8-9 apresenta o que devemos lhe dizer quando ele zombar de nossa aparente derrota:

“Não te alegres a meu respeito; ainda que eu tenha caído, levantar-me-ei (…) Sofrerei a ira do Senhor, porque pequei contra ele, até que julgue a minha causa e execute o meu direito”.

É uma espécie de “culpa corajosa” – o crente admite que errou e que Deus está tratando seriamente com ele. Mas, mesmo em disciplina, não se afasta da bendita verdade de que tem o Senhor ao seu lado!

Há vitória na manhã seguinte ao fracasso! Precisamos aprender a responder ao diabo ou a qualquer um que nos diga que o Senhor não poderá nos usar porque pecamos. “Ainda que eu tenha caído, levantar-me-ei”, frisou o profeta. “Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz.” Sim, podemos estar nas trevas da iniqüidade; podemos sentir culpa, porque somos, realmente, culpados pelo nosso pecado. Mas isso não é toda a verdade sobre o nosso Deus. O mesmo Deus que faz nossa escuridão, é a luz que nos apóia em meio às trevas. O Senhor não nos abandonará; antes, defenderá a nossa causa.

Quando aprendermos a lidar com a culpa oriunda de nossos erros com esse tipo de ousadia em quebrantamento, fundamentados na justificação pela fé e na expiação substitutiva que Cristo promoveu por nós, seremos não apenas mais resistentes ao diabo como cometeremos menos falhas contra o Senhor. E, acima de tudo, Satanás não será capaz de destruir nosso sonho de viver uma vida em obediência radical a Jesus e de serviço à sua obra.

John Piper é escritor e pastor da Bethlehem
Baptist Church, em Minneapolis (EUA)
Fonte: SexxChurch

Advertisements

~ por Fernando Ortega em Segunda-feira | 16 Novembro | 2009.

22 Respostas to “Pornografia: A Maldição da culpa!”

  1. Puts! Mto fera esse texto do pastor John Piper, é mto bom ver sites/blogs assim, que falam abertamente sobre assuntos que envolvem o sexo.

    Abração Galera! Deus abençõe vcs!! Paz!!

  2. Pow esse texto é um esclarecimento que os jovens precisam em relação a culpa apois pecarem!!!
    O John Piper cita um assunto que realmente não se fala na igreja e que é muito importante!!!

    Eu ja tinha lido-o, ele é muito bom!!!

    Valeu Fer!!!

    Deus te Abençoe!!!

    Paz!!!

  3. Excelente… excelente…
    John Piper é diferenciado msm…

  4. John Piper é excelente, fico feliz com a forma que Deus usa ele.
    Um dia eu vou chegar lá, DEus é fiel.

  5. Maneiro a foto =)
    …e o texto tbm kkkkkkkkkk

    beijos amor!!!

  6. Oi Fernando, tudo bem??
    Queria dar uma idéia!!! Será que é possivel colocar um link para impressão???
    Queria divulgar o conteúdo de alguns posts, mas precisaria ser impresso.
    Eu sei, eu sei, existe ctrl+c, ctrl v.. rsrsrsrs mas poderia constar o logo do site e tals….

    É só uma idéia… Deus abençõe
    abraço

  7. Muito bom… =)
    Eh um assunto que deveria ser discutido muito mais atualmente na igreja principalmemte nos grupos de adolescentes e jovens..
    Abraço aew

  8. Parabéns pelo texto
    boa tradução

    gosto muito do trabalho do Desiring God

    que Deus abençoe esse blog!

  9. Muito bom este texto. Existem muitos tabus que necessitam (ainda) ser quebrados dentro da igreja, como a abordagem da sexualidade com a juventude cristã.

    Muito legal seu blog! Se tiver tempo, dá uma passada lá no meu!

    Abraço!!!

  10. oi tudo bem ? olha eu nao conhecia vcs mais eu amei tudo isso muito bom mesmo e eu senti uma enorme vontade de estar passando isso para os jovens e adolecentes da minha igreja e de outras tb vou fazer psicologia pra isso mesmo pq sempre quiz trabalhar na igreja com palestras e achei esse assunto sobre sexo muito bom e realmente é o que se falta nas nossas igrejas o falar abertamente com os jovens e adolecentes sobre sexo ,so dizem que é pecado mais nao se explica o pq que é pecado e quais as consequencias disso tudo
    eu gostaria muito que vcs me passesem alguns desses estudos pra que eu possa estar começando a montar uma palestra bem legal e aberta pra estar passando se vcs puderem me ajudar vou ficar muito grata por isso amem…. que Deus abençoe cada vez mais o trabalho de vcs e o ministerio Deus abençoe bjs

  11. Excelente esse post…..estava mesmo precisando disso hoje….

    Ontem eu e meu namorado caimos em pecado e eu estava muito mal, pelo que aconteceu….. os versiculos citados e o texto do John Piper me trouxeram uma paz em relação a isso….eu estava mesmo com zero vontade de orar e expor a situação pro Paizão, com muita vergonha dele…. sentindo uma dor enorme no coração…

    Valeu msm…Deus abençoe! Sempre dou uma passada pelo blog pra ler e hoje foi de Deus ver o post no twitter sobre o assunto!

    Abraços

  12. putz perfeito
    graças a Deus
    Fernando e Marcinho
    pow tem como vcs me passarem o msn de vcs kra
    eu não tow podendo entrar agora
    mas pow gostaria muito de ter contato com vcs
    vcs são uma benção!!!

    • Olá. Queria contar uma coisa para vocês. Eu já conhecia “O Não Morda a Maçã”. Acontece que um pouco antes de postar esse recado, eu estava pecando: pela masturbação e pelo homossexualismo. Quando tinha acabado veio uma tristeza ao meu coração ao lembrar de Jesus. Eu falei bem assim pra Ele: “Olha Jesus, eu não sei o que o Senhor quer da minha vida. Eu não aguento mais tentar, eu não aguento mais cair. Se um dia o Senhor quiser a minha vida vem e toma. Mas é mais fácil seguir por esse caminho.” E pensava: “Eu sou fraco, sou um derrotado, do que adiantou tudo isso.” Acontece meus caros, que uma vez que você toma do Sangue de Jesus, que você experimenta, você fica “viciado” (no bom sentido) no sentido de que você não o esquecerá, você não esquece o sabor, o gostinho do amor de Jesus. E foi assim comigo. Então, amigos, comecei a ouvir Diante do Trono e comecei a chorar. Então o Senhor falou bem assim ao meu coração enquanto jogava Colheita Feliz: “Vai aquele site (Parece invenção mas não é, eu ouvi)”. E aqui estou eu. Pela primeira vez confessando meus pecados e de novo dizendo ao Senhor Jesus que ele é o Senhor da minha vida, que sem Ele eu não consigo viver, que é impossível viver sem ele. Estou aqui me quebrantando, me jogando aos pés do Senhor. E contando pela primeira vez meus pecados. Isso pela falta de coragem de contar à alguém da minha família. Tenho sofrido calado, só. E eu digo àqueles que pecaram: Não desistam de Jesus por que ele nunca desistirá de vocês. E se tem alguma coisa que importa nesse mundo é Ele. Se você pecar nunca deixe o diabo de acusar como ele fazia comigo (Por que em nome de Jesus, dessa hora em diante, não fará mais)levante um clamor ao Senhor teu Deus crendo que ele não te abandonou. Ele nunca te deixará só. Obrigado ao Fernando Ortega, de coração, por postar este texto. Fernando! Você é um instrumento que o Senhor colocou na minha vida. Através deste site eu estou vendo o mover de Deus na minha vida. Obrigado. Peço ao Senhor Jesus que todos, sem exceção, sejam libertos da escravidão do pecado. Pois Jesus já pagou o alto preço por nós. Amém.

      • Lucão querido!!
        São comentários como o seu q dão ânimo para todos aqui do NMM continuar! Fico muito feliz ao ler um testemunho desse!!
        Q o SENHOR tranforme sua vida completamente!!! Q ELE use vc onde qer q vc vá, além do q vc mesmo sonha!
        Q ELE faça de vc um guerreiro vitorioso!!
        Saiba q nessa luta vc não está só!!!
        Tamo junto!!!
        Abração mano!!
        Fica com DEUS!

        VITÓRIAS!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s