Adoração apaixonada??? [Parte 2]

 

Vamos dar continuidade ao estudo sobre “Adoração Apaixonada”
[ Clique aqui para ler a parte 1 ]

O segundo é Zaqueu (Lucas 19:1-10). Sendo um rico cobrador de impostos, não se importou em sujar ou rasgar suas belas roupas da “M’officer, Ellus, Forum” para correr e subir em uma árvore bruta. Sua fome e desespero pelo SENHOR JESUS o levaram a se humilhar. Ele abriu mão de sua dignidade diante aos homens para atrair a divindade. Não se importou com sua posição social. Esse encontro resultou em uma transformação poderosa na vida de Zaqueu.

 

O terceiro personagem é a pecadora que ungiu os pés de Jesus (Lucas 7:36-50). Tendo em mente e coração a sua fraqueza e dependência, entregou a Jesus uma adoração que capturou o SEU coração. Jesus deveria ser honrado ao entrar na casa do tal fariseu, mas não foi. Subitamente ela entra em cena para cumprir esse papel. O fariseu não se sentiu envergonhado por não tê-lo feito, antes, se escandalizou ao ver algo tão “extravagante” de um pecador. O que ele não sabia é que era um pecador arrependido… (Salmos 32:3-5 / Salmo 51 / I João 1:7) 

 

Pois tu não te comprazes em sacrifícios; se eu te oferecesse holocaustos, tu não te deleitarias. O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.”

Salmo 51:16 -17

 

Ela não se importou em se expor ao ridículo pelo SENHOR. Suas lágrimas retratavam um coração quebrantado e arrependido. A palavra nos afirma que o SENHOR não despreza (resiste) a um coração assim! (Salmos 51:17)

 

Em quarto e como não poderia deixar de ser citado ao abordar esse tema, temos Davi. Em II Samuel capitulo 6, obtemos 2 ensinamentos profundos.
O primeiro vem através da vida de Uzá. Davi liderava a caravana que trazia a arca da aliança (Presença de DEUS) de volta a Jerusalém, porém de uma forma errada.

DEUS havia instruído em sua palavra (Êxodo 25:13-14/Números 1:47-54) que a maneira na qual ela deveria ser carregada, era através de varas presas à arca, no entanto Davi escolheu uma forma mais “fácil” de conseguir a presença de DEUS (arca) colocando-a em um carro novo de bois evitando assim suor e trabalho. Uma espécie de “fórmula instantânea da presença de DEUS”. 

Na verdade, Davi não soube lidar com a presença de DEUS. A caravana era seguida com festa e com toda a sorte de instrumentos de madeira, harpas, saltérios, tamborins, pandeiros e cimbalos quando subitamente os bois tropeçam (I Crônicas 13:9) fazendo a arca pender. Muito bem intencionado, Uzá (que significa força) estende a sua mão para impedir a sua queda, porém a ira do SENHOR se acendeu contra ele ferindo-o ali mesmo por esta imprudência e morreu ali junto a arca de DEUS. (II Samuel 6:7). Impossível não deixar de perguntar:

“Mas por que? Ele não fez algo bom?”. Na verdade a intenção foi boa, mas o fundamento errado. A disposição de Uzá de segurar a arca demonstra certo zelo (religioso) pela presença de DEUS mas, ao mesmo tempo, conduzem a uma atitude de descaso para com os padrões da palavra de DEUS.

Davi queria um “avivamento” sem suor (sacrifício) (II Crônicas 7:14). Boi é símbolo de força humana e é o quebrantamento e humildade (fraqueza) do homem que vão carregar a arca. Davi então foi estudar a palavra para descobrir a correta maneira de trazer a arca para Jerusalém e descobriu que é preciso suor/sacrifício (II Samuel 6:12-13). A cada seis passos que davam, era feito um sacrifício ao SENHOR. (Imagine quanto tempo levou até chegarem a Jerusalém!!!!! Dias!!!! Haja suooorrr!!!) Como diz o SENHOR:

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me”. 

Mateus 16:24

Agora partimos ao segundo ensinamento: 

Enquanto a arca (Presença de DEUS) ia entrando na cidade, Davi dançava com todas as suas forças perante ela (II Samuel 6:14). Quando sua esposa Mical, filha de Saul, o viu dançar daquela maneira (extravagante), a bibila nos diz q ela o desprezou em seu coração. Davi entra em sua casa muito feliz para abençoar sua casa e Mical lhe sai ao encontro a fim de o repreender pela maneira como se tinha “comportado” diante das pessoas esquecendo-se (ela) completamente da Arca da Aliança (presença de DEUS) reconquistada. Porém Davi lhe respondeu:

“… Perante o SENHOR tenho me alegrado……. e ainda mais do que isto me envilecerei e me humilharei aos meus olhos”.

II Samuel 6:21-22

Lembrando que estas são palavras de um rei que possuía riquezas e um currículo recheado de vitórias em batalhas… A palavra nos fala que onde está a presença de DEUS ali há liberdade (II Corintios 3:17). Por que então ele devia manter presa a sua adoração? Por causa dos olhares micalinos? Deveria ele se importar com o q as pessoas pensam a seu respeito ou o q DEUS pensa a seu respeito???? Davi não se importou com a opinião de Mical, ele se importou em como agradar (adorar) ao seu REI. A palavra ainda nos diz que Mical não teve filhos até a sua morte (II Samuel 6:23). Pessoas criticas como Mical são infrutiferas!

 

E nós? Devemos nos importar com os olhares micalinos para fazer algo extravagante quando estamos na presença de DEUS? Porque muitas vezes temos mais medo do homem do que de DEUS? É como se estivéssemos na praia diante ao mar (Mover de DEUS) e o calor do sol (unção) começa a ficar forte. Você pode optar em ir para a sombra (se envergonha dos olhares “micalinos” e se achar um ridículo em fazer algo que está sentindo) ou mergulhar no mar (Presença de DEUS)!

“E saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos artelhos.

E mediu mais mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e outra vez mediu mil, e me fez passar pelas águas que me davam pelos lombos.

E mediu mais mil, e era um rio, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar.”

Ezequiel 47:3-5

 

Devemos corresponder ao que o ESPIRITO está nos dizendo e não temer o olhar do homem!

Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.”

Gálatas 1:10

Aguarde a parte 3…
Vitórias!!!

Anúncios

~ por Fernando Ortega em Terça-feira | 23 Setembro | 2008.

2 Respostas to “Adoração apaixonada??? [Parte 2]”

  1. Toda honra e toda glória seja dada ao Senhor….O Pai é perfeito!!!

    Kitty

  2. Muito massa, eu fui o primeiro a comentar.
    Adorar a Deus que quero!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s